Quem sou eu

Nasci em São Paulo, em 1980, e trabalho na imprensa desde 2002, quando fui contratado como repórter pela CardNews Magazine, revista especializada nos meios eletrônicos de pagamento. Estava no final do 2º ano do curso de Jornalismo na Universidade São Judas Tadeu, onde me formei em 2004.

Desde novembro de 2018 sou o editor-chefe da Red | Ventures no Brasil, empresa americana conhecida pelas suas estratégias de marketing digital e proprietária de diversas marcas de negócios e conteúdo ao redor do mundo. No País, a RV detém o IQ, a Azulis e a Capital Research.

 

Mas a minha carreira começou há um tempinho...

 

Em 2006, fui convidado para ser repórter de finanças e investimentos da revista IstoÉ DINHEIRO, função que exerci em três dos quatro anos da minha primeira passagem pela publicação de economia. No último ano, em 2010, estava como editor-assistente da editoria. Nesses quatro anos, colaborei com outras revistas da Editora Três, como IstoÉ, Menu, Motor Show e IstoÉ2016.

No fim de 2010, aceitei o convite da Vivo, empresa de telecomunicações do Grupo Telefónica, para trabalhar na área de comunicação corporativa. A experiência durou oito meses.

 

Voltei à redação em julho de 2011 na revista Exame, onde assinei a coluna “Só no Brasil”, que levava para o leitor casos curiosos que acontecem apenas no nosso País, e explorei o cruzamento de mídias com o blog “Aqui no Brasil”, no site Exame.com. Em 2013, a série “Ambiente de Negócios”, escrita por mim em parceria com os jornalistas Alexa Salomão, Alexandre Rodrigues, Humberto Maia Junior e Patrick Cruz venceu o prêmio CNI de Jornalismo. Em janeiro de 2013, migrei para outra publicação da Editora Abril: o site de Veja, com o desafio de ser editor da home page.

 

Retornei à IstoÉ Dinheiro em julho de 2014, como editor especial da publicação, função que exerci até fevereiro de 2018. Até outubro, exerci a função de editor de negócios da publicação.

 

Em 2016, tive o privilégio de trabalhar na cobertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, para as revistas IstoÉ, IstoÉ Dinheiro e IstoÉ 2016. Um dos orgulhos desse trabalho foi ver de perto as conquistas das medalhas do boxeador Robson Conceição (ouro) e do ginasta Arthur Nory (bronze). Eles foram personagens de capa da revista IstoÉ 2016, com perfis que eu escrevi. Eram praticamente desconhecidos e cravamos os dois como promessas de conquista do esporte brasileiro.

Ainda em 2016 passei a participar, com frequência, do programa Roda Viva, da TV Cultura, sempre que o convidado é ligado à economia.

Em 2016, 2017 e 2018 fui escolhido como um dos 50 mais admirados jornalistas de Economia, Finanças e Negócios do Brasil.

Entre abril de 2017 e outubro de 2018 fui um dos apresentadores da TV Dinheiro. Ao vivo, às segundas-feiras, comandava o Dinheiro na Semana, um programa com informação, análise, opinião e entrevista para quem queria saber o que de mais importante aconteceria na economia e na política. Também ancorei o Dinheiro em Ação, um programa direcionado aos investidores da bolsa de valores.

Além do Jornalismo, desenvolvo uma carreira correlata, a de Escritor. O embrião nesse outro universo foi o primeiro lugar no concurso “Crie uma história de arrepiar”, promovido pela Editora Globo para a revista em quadrinhos “Turma do Arrepio”, criada por César Sandoval. A história escrita por mim, “A visita da tia Ametista”, foi publicada no almanaque número 1. Das HQs salto para os livros, muitos anos depois. Selecionei, apresentei e editei os textos do jornalista Juca Kfouri para o livro “Por que não desisto – futebol, dinheiro e política” (Disal, 2009). Seis anos depois, fiz um trabalho semelhante para os irmãos Frêdi e Rogério Cauduro, com a edição do texto deles para o livro “Qual é o seu desafio? A marca esportiva Poker encarou as gigantes estrangeiras” (Oikos, 2015). E, com o jornalista Bruno Chiarioni, explicamos como a revista Placar conseguiu, com textos, fotos e profissionais diferenciados, se destacar no universo esportivo: “Onde o esporte se reinventa – histórias e bastidores dos 40 anos de Placar” (Primavera, 2010).

  • Instagram Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • YouTube ícone social
  • Facebook Social Icon

©2016 Márcio Kroehn. Criado por Wix.com e desenvolvido por Tiago Galvão Designer